quarta-feira, dezembro 30, 2009

Teatro Forum na Casa Descalça

5 Janeiro
19h15
CASA DESCALÇA
Porque "não hei-de morrer sem saber, qual será ser livre aqui!" já escreveu Jorge de Sena

apresentação das peças resultado da oficina de Teatro d@ Oprimid@ e Teatro Forum com público presente.
Curinga: Judite Fernandes
Espect-actores/actrizes: Pedro Cerqueira, Marta Mota, Ana Mestre, Fátima Ramos, Raquel Michielson, Katerina L'Dokova, Mª Deus Rego, André, Pingo, Catarina Rodrigues, Maria Simões e Paula Portugal.


Teatro Fórum é uma apresentação baseada em factos reais que mostra uma situação opressiva, apresentada como uma pergunta a ser respondida e que visa à participação dos espect-actores/actrizes na busca das alternativas.Quem assiste a uma sessão de Teatro-Fórum não é apenas alguém que consome um bem cultural, mas sim um activo interlocutor/a que é convidado a assumir o papel do oprimido ou oprimida e/ou de seus aliados para interagir na acção dramática de forma a apresentar alternativas para outros possíveis encaminhamentos ao problema encenado. Quem está na plateia está na expectativa de actuar, entrando em cena e trazendo a sua alternativa para resolução do problema apresentado.

CASA DESCALÇA
Rua Machado dos Santos, 49 - Ponta Delgada

Relatórios

O trabalho das Descalças é serviço público. Os relatórios da actividade que desenvolvemos não o foram até aqui, pois não tinhamos ainda descoberto como os disponibilizar online. Hoje, final de um ano de 2009, preparamos o relatório deste ano que teimou, para as Descalças, em fazer-nos acreditar que as dificuldades do caminho são ingredientes. Se o bolo está cada vez mais doce, mais suculento, mais azedo ou lêvedo só vocês poderão dizer.
Aqui fica o relatório de actividades de 2004-2008. Podem clicar neles e saber um pouco mais de nós. Desde Janeiro de 2006 nos Açores, Descalças. Aqui e no mundo.
O relatório de 2009 está a vestir-se.
O Manifesto e Missão Descalça para 2010 já estão sonhados. Vamos em frente! Passo por passo. Devagarinho!

Relatório Descalças 2008

Relatório Descalças 2007

Relatório Descalças 2004-2006

sexta-feira, dezembro 25, 2009

Oficina de Teatro d@ Oprimid@ - Teatro Fórum

2, 3 e 4 Janeiro na Casa Descalça
Início às 18h30, no dia 2.
Formadora: Judite Fernandes

Inscrições limitadas (contacte-nos para descalcas.judite@gmail.com ou para 916448665)
Produção: Descalças cooperativa cultural
Local da Formação: CASA DESCALÇA Rua Machado dos Santos, 49 - Ponta Delgada


foto Andreia Luis

O Teatro do Oprimido é teatro na acepção mais arcaica da palavra: todos os seres humanos são actores, porque agem, e espectadores, porque observam. Somos todos espect-actores. (...) Creio que o teatro deve trazer felicidade, deve ajudar-nos a conhecermos melhor a nós mesmo e ao nosso tempo. O nosso desejo é o de melhor conhecer o mundo que habitamos, para que possamos transformá-lo da melhor maneira. O teatro é uma forma de conhecimento e deve ser também ser um meio de transformar a sociedade. Pode nos ajudar a construir o futuro, em vez de mansamente esperarmos por ele.
(Em Jogos para atores e não atores, de Augusto Boal)
A programação da Casa Descalça tem o apoio da Direcção Regional da Juventude - Governo Regional dos Açores

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Corredor leva filmes dos Açores a Paris

foto em: ailtonmedeiros.com.br

A Casa Descalça acolheu, entre Outubro e Novembro, o Atelier de Cinema Documental promovido pela parceira Corredor-Associação Cultural. Desse atelier, orientado por Frederico Lobo, Tiago Hespanha e Leonor Noivo, resultaram 4 filmes:
Barcos em Terra - de Francisco Cogumbreiro
Mais um dia à procura - da descalça Maria Simões
A ilha do preto - de André Laranjinha
À beira do mar - de Tiago Melo Bento

Nos próximos dias, estes filmes vão ser apresentados em Paris, nos Ateliers Varan, numa sessão sobre o documentário nos Açores. Às vezes, é muito difícil levarmos o nosso trabalho para fora da ilha... Às vezes, é possível! Parabéns, Corredor. Bons voos!

quarta-feira, dezembro 16, 2009

Gojto de Ti - Ribeira Grande

e assim aconteceu...
foto: Manuela Ribas

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Gojto de Ti - Ribeira Grande

16 dez
15h30
Santa Casa da Misericórdia
Ribeira Grande


foto Fátima Ramos

quarta-feira, dezembro 09, 2009

sexta-feira, dezembro 04, 2009

"Mais um dia à procura" filme de Maria Simões

A casa é um barco e um mar.
“Mais um dia à procura, Maria... Vamos lá a ver se a gente encontra!”


Novembro de 2009. A temperatura das águas baixou muito nos últimos dias e os atuns dos Açores rumaram ao sul. A bordo do açoriano Pepe Cumbrera, único atuneiro ainda em actividade em S. Miguel, uma tripulação de madeirenses abre o mar dos Açores e procura quase sem encontrar. A espera, a esperança e a vida estão neste exercício documentário filmado em três dias a bordo. (Pt, Cor, 19')
Realização e Câmara Maria Simões
Montagem Andreia Luís
Som Tiago Hespanha, Tiago Melo Bento e Frederico Lobo

Este filme é o exercício final produzido no Atelier de Cinema Documental promovido pela Corredor-Associação Cultural entre Outubro e Novembro de 2009 e sob a orientação de Frederico Lobo, Leonor Noivo e Tiago Hespanha.
Produção Corredor Associação Cultural. Açores 2009

segunda-feira, novembro 23, 2009

Gojto de Ti - versão laboratório

foto Maria Simões

Quarta-feira, 25 Nov
Teatro Micaelense
19h
inserido na Mostra Açores: Inovação, Empreendedorismo e Criatividade

Estando as Descalças em fase de criação do seu próximo espectáculo, vão apresentar ao público, no próximo dia 25 de novembro um excerto desse trabalho ainda em ebulição.
A partilha com público e outras pessoas criadoras é sempre um processo importante para nós. Contamos com a vossa presença.

interpretação: Maria Simões

sexta-feira, novembro 20, 2009

HOJE!!!! e DOMINGO!!!

HOJE, 20 Nov
21h30
Casa Descalça
Lançamento livro FERVEr

DOMINGO, 22 Nov
16h
Teatro Micaelense
Piano Compositor@s - Jazz







quarta-feira, novembro 18, 2009

Ciclo Piano Compositor@s
Uma @ de homens e mulheres na composição musical
22 Novembro, 16h
Descalças no Teatro Micaelense

foto: Ian Joel Kara

Miss Jazza ou a menina jazza, que é como quem pergunta: "a menina dança?" conta-nos, neste musical, uma breve história do jazz através da sua viagem!
Tendo o ritmo do jazz partido de África em navios negreiros, no séc. XVIII, o jazz viajou para os Estados Unidos ou nasceu ali? A menina Jazza canta. Conta. Dança. Musicais americanos, anos 20, cinema mudo, George Gershwin e muitos mais.
Depois o jazz viaja para a Europa... ou já ali vivia tendo os compositores clássicos como pais? Cole Porter e... uma viagem aos Açores. Ragtimes, Boogies, o Swing...
Ai, a síncopa... é afinal todo o coração do jazz. Tum tum, tum tum.
E mais uma viagem no navio do Jazz... até ao Brasil. Bossa Nova, Jobim... uma nota só? Como é possível jazzar assim? Com uma nota só? É bossa ou jazz? É balanço, diz ele! Eu danço, diz ela!
E, no final, o jazz fica perdido num tabuleiro de xadrez. Hoje.

Piano – Violeta L'Dokova, Katerina L'Dokova

Miss Jazza - Maria Simões

Piano de Palmo e Meio - Isabel Aguiar, Maria Menezes

Percussão de Palmo e Meio - Helder Pires

Criação Descalças cooperativa cultural
Produção Teatro Micaelense

Agradecimento Jorge Leça
Apoio Foto e Vídeo (Franco & Arruda)

terça-feira, novembro 17, 2009


Há cerca de dois anos, surgiu, no Porto, o FERVE - Fartas/os d'Estes Recibos Verdes. Tinha como objectivo denunciar situações de uso abusivo de recibos verdes e promover um espaço de debate acerca desta realidade laboral. Designou este fenómeno como 'falsos recibos verdes'; um fenómeno que atinge 900 mil pessoas em Portugal, ou seja, quase 1/5 das pessoas que trabalham em Portugal.
Lançaram-nos a nós, Descalças, o desafio de lançarmos nos Açores o livro que faz o balanço dos dois anos deste movimento. Olhamos então nós para bem perto. Que fenómeno é este que entrou pelas nossas casas sem a gente se dar conta? Olha... pois é... este, esta, aquele, aquela outra, o meu primo, a tua vizinha, aquele grande amigo, a tua filha... estão a recibos verdes. Eu estou melhor, tenho um contrato. A prazo. Daqui a dois meses não sei. Eu sou artista de profissão, quer dizer, vou fazendo um trabalho aqui, outro acolá.... nos intervalos faço tricô. Há quem chame criação. Eu sou bolseiro, tenho uma bolsa. Não é bem um contrato. Trabalho como se fosse, agora subsídio de natal, de férias e essas coisas... nã.
É... vale bem a pena conversar sobre isto.
O livro "2 anos a FERVEr: retratos da luta, balanço da precariedade", conta com dez testemunhos de trabalhadores/as a recibos verdes, ilustrados por diversos autores e autoras e também com as contribuições de:
- Carvalho da Silva: Secretário Geral da CGTP-IN
- Henrique Borges: Sindicato dos Professores do Norte e membro da CGTP
- Elísio Estanque: Sociólogo - Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra
- Castro Caldas: Economista - Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra
- Sofia Cruz: Socióloga - Faculdade de Letras, Universidade do Porto
- Ana Maria Duarte: Socióloga - Centro de Estudos Sociais, Universidade do Minho
- São José Almeida: jornalista do Público
- Sandra Monteiro: jornalista do Monde Diplomatique
- Alexandra Figueira: jornalista- Regina Guimarães: escritora
- valter hugo mãe: escritor
- Tiago Gillot: Precários Inflexíveis
- José Soeiro: Sociólogo e activista do MayDay
- Luísa Moreira: activista do MayDay
- Luís Silva: activista do MayDay
Mais informação em
http://fartosdestesrecibosverdes.blogspot.com/

sexta-feira, novembro 13, 2009

Piano Compositor@s - Gershwin, Jobim, bossa nova e mais jazz

foto Fernando Resendes

Domingo, 22 de Novembro
16h
Teatro Micaelense (salão nobre)
23 Novembro, 14h00
(por marcação)
No próximo concerto do Ciclo Piano Compositor@s, apresentaremos uma breve história do jazz... porque o jazz é movimento, é swing, é balanço... balançando numa viagem que parte de África em navio negreiro e chega aos EUA, à Europa, ao Brasil...
Boa viagem pelos ragtimes, o blues, o boogie... Gershwin, Cole Porter, Tom Jobim e muito mais estarão a bordo do navio!
Interpretação: Maria Simões, Katerina L'Dokova, Violeta L'Dokova e artistas de palmo e meio cheios de surpresas

com o mar à volta - 4 Filmes dos Açores









sexta-feira, outubro 30, 2009

terça-feira, outubro 20, 2009

Piano Compositor@s - Bach


Devido ao cancelamento do concerto previsto para Setembro,
apresentamos no próximo domingo
BACH
25 Outubro 2009
Teatro Micaelense
16h
público em geral



Johann Sebastian Bach nasceu a 21 de Março de 1685, em Eisenach (Alemanha) no seio de uma família da músicos. Músico e compositor barroco, foi também um organista notável, considerado um dos mais influentes compositores da história da música. A sua obra foi pouco reconhecida na época em que viveu mas hoje é uma presença incontornável, das igrejas às discotecas de todo o mundo.
Na intimidade, parece que, para estudar, copiava muito. Casou com a prima Maria Bárbara e mais tarde, após a morte desta, com a cantora Anna. Teve muitos filhos. Ninguém conta que dançasse, mas parece que foi visto em Ponta Delgada, numa discoteca de referência no Largo de S. João.
Boa parte da sua obra foi escrever danças... Luzes, Música, Acção!


piano Katerina L'Dokova e Violeta L'Dokova
DJ BachAnna Maria Simões
Criação Descalças cooperativa cultural
Produção Teatro Micaelense


sábado, outubro 10, 2009

Dançarilhas na RTP Açores

Telejornal RTP Açores - 3 Outubro 2009
Dançarilhas ao minuto 26'

Dançarilhas - Fotos

quarta-feira, setembro 30, 2009

O programa mais detalhado do Dançarilhas, com a planificação das oficinas de formação, concertos / bailes, outras actividades já está disponível em:
http://dancarilhas.roglin.com/index.php?option=com_content&view=article&id=73&Itemid=101



quinta-feira, setembro 24, 2009

Dançarilhas - spot RTPa

vídeo: André Laranjinha

voz: Laurinda Sousa

sexta-feira, setembro 04, 2009

O deus das moscas - um cartaz


cartaz Victor Descalzo
fotos para cartaz: Pedro 'o Bué' Cerqueira, Maria Simões, Sheila Guedes

domingo, agosto 30, 2009

O deus das moscas

foto Maria Simões
Estreia a 18 e 19 de Setembro, no Teatro Micaelense.
Estamos na contagem final.

quarta-feira, agosto 12, 2009

Oficina de Marionetas já começou

Dia 8
15h-20h - reunião geral equipa criativa. Planificação final da semana de trabalho.
noite - visita ao espaço de ensaios d'O deus das moscas. Planificação da semana de trabalho cenográfico

Dia 9
10h30 - 22h oficina de construção
o sol lá fora, a magia a nascer cá dentro.

Dia 10 e 11
10h30-2h - porcos, porquinhos, carne, borboletas, flores azuis, javali, Ana, moscas, peixinhos, e... e... e... o Deus das Moscas...
18h-21h - ensaios no pavilhão


segunda-feira, agosto 03, 2009

Oficina de Marionetas

Afinal a Oficina de Marionetas decorrerá apenas na Casa Descalça e não também no Teatro Micaelense, como tínhamos anteriormente anunciado. pedimos desculpa pelo lapso.
descalças

quarta-feira, julho 29, 2009

Oficina de Construção de Marionetas

8 a 16 de Agosto
Casa Descalça
Ponta Delgada

Oficina de construção de marionetas para o espectáculo 'O Deus das Moscas' que estreará no Teatro Micaelense em Setembro. O espectáculo será resultado da Oficina de Formação Teatral que decorre naquele Teatro, desde Fevereiro, sob a orientação de Descalças - cooperativa cultural.

Oficina de Marionetas
coordenação Marta Fernandes da Silva
apoio à coordenação enVide neFelibata (Teatro e Marionetas de Mandrágora),Teo Camacho e Sérgio Moras
construção equipa de interpretação e cenografia de 'O Deus das Moscas'

Parceria Descalças cooperativa cultural, Teatro Micaelense

Dançarilhas vem aí...

Com as Descalças como parceiras, vem aí um Dançarilhas!!!!
a 3 e 4 de Outubro, no Jardim António Borges, em Ponta Delgada
mais informações em: http://dancarilhas.roglin.com


domingo, julho 19, 2009

vídeo workshop cenografia



realização: Tiago Melo Bento
produção e cortesia: Corredor associação cultural

sexta-feira, julho 03, 2009

Ser cooperativa

4 Julho 2009 (1º sábado de Julho)
Dia Internacional das Cooperativas


(c) Tomo Jesenicnik



O Dia Internacional das Cooperativas foi instituído pelas Nações Unidas como reconhecimento do contributo que este sector presta ao bem-estar da população mundial e dos serviços prestados por cooperativistas enquanto partidários do exercício de cidadania responsável, em todo o mundo.
Devido à sua estrutura democrática - assente nas pessoas -, as cooperativas, sendo por essência entidades sem fins lucrativos, recordam dia-a-dia valores específicos do cooperativismo: auto-ajuda, responsabilidade própria, democracia, igualdade, equidade e solidariedade. E estes são também valores com que Descalças - cooperativa cultural se identifica.
Desde 1895 as cooperativas estão organizadas internacionalmente, cabendo à Aliança Cooperativa Internacional (ACI) a coordenação desse movimento nos cinco continentes. Para este ano a ACI faz um apelo às pessoas cooperadoras do mundo inteiro para que reforcem o seu compromisso nos valores e princípios cooperativos, para que celebrem o seu sucesso nestes tempos difíceis e para que trabalhem em conjunto por forma a assegurarem-se que lideram formas alternativas de ultrapassar a “dita” crise, no mundo.
É o que seguimos fazendo... descalças!

segunda-feira, junho 29, 2009

O Deus das Moscas

foto: Marta Fernandes da Silva
"O deus das moscas" é o espectáculo final da Oficina de Formação Teatral que decorre desde Fevereiro no Teatro Micaelense, com pessoas adultas, e que vai estrear em Setembro no Teatro Micaelense.
Os resultados do workshop de cenografia com Marta Fernandes da Silva estão à vista. A maquete do cenário está criada e o próprio cenário avança na construção. Aqui deixamos uma foto da maquete, para irem sonhando connosco mais um espectáculo!
A criação da cenografia coordenada por Marta Fernandes da Silva foi feita por: Fátima Ramos, Joana Amén, Katerina L'Dokova, Maria Ana Carreiro, Natália Bautista, Valéria Guimarães e Rosa Correia.
O workshop foi uma parceria Corredor-Associação cultural e Teatro Micaelense.



quarta-feira, junho 17, 2009

sexta-feira, junho 12, 2009

Teatro Forum nas Portas do Mar

fotolia.com


Na sequência do workshop de Teatro do Oprimido que decorreu esta semana na Casa Descalça no âmbito do projecto Humanizar a Humanidade da UMAR - Açores, amanhã, sábado dia 13 de Junho às 15h30, apresentaremos nas Portas do Mar duas peças resultado destes extraordinários dias.





Ou seja, sábado à tarde há Teatro Forum nas Portas do Mar! São tod@s bem vind@s!

segunda-feira, junho 08, 2009

Piano compositor@s - fotos

W.A.Mozart e L.V. Beethoven, vivos, em Ponta Delgada!


foto Fernando Resendes



O Ciclo Piano Compositor@s trouxe Mozart e Beethoven, ontem, a Ponta Delgada!
Para quem só acredita no que vê, há fotos de Fernando Resendes em:

Teatro do Oprimido na Casa Descalça - Parceria e Formação interna

fotolia.com

No âmbito do projecto da UMAR - Açores Tu existes, tu contas, projecto desenvolvido desde há dois anos com mulheres migrantes a residir na região em que as Descalças participaram como parceiras, decorrerá esta semana na Casa Descalça um workshop de Teatro do Oprimido/Teatro Forum com José Soeiro, onde também participarão mulheres da pesca envolvidas na Rede de Mulheres na Pesca dos Açores, técnicas da UMAR-Açores e as Descalças.
Para nós, além de mais uma oportunidade de participar e contribuir para projectos com os quais nos identificamos, é mais um momento de formação interna e de podermos aprender um pouco mais sobre este teatro que assim afirma em declaração de princípios:

1. O objectivo básico do Teatro do Oprimido é o de Humanizar a Humanidade.

2. O Teatro do Oprimido é um sistema de Exercícios, Jogos e Técnicas Especiais baseadas no Teatro Essencial, que procura ajudar homens e mulheres a desenvolverem o que já trazem em si mesmos: o teatro.

A 2 de Maio deste ano morreu o Augusto Boal, criador do Teatro do Oprimido. Tinha 78 anos de uma vida de luta, de solidariedade e de criatividade que influenciou o teatro em todo o mundo.

Sobre o Teatro do Oprimido, vale a pena ver...

http://www.ctorio.org.br/
http://www.theatreoftheoppressed.org

Esta actividade concreta insere-se no projecto Humanizar a humanidade da UMAR-Açores, que procura articular duas áreas de intervenção: migração e género e mulheres na pesca.

quarta-feira, junho 03, 2009

Piano Compositor@s - Mozart e Beethoven

Domingo, 7 Junho

16h
Teatro Micaelense (salão nobre)
Concerto > 6 anos

A influência de Mozart na música de Beethoven é marcante, tanto na sua carreira enquanto concertista (tocava várias sonatas de Mozart em concerto), como na composição. Nalguns esboços de Beethoven, é possível encontrar cópias de fragmentos ou sequências Mozartianas, depois utilizadas no devir da obra; estruturas semelhantes, variações sobre temas do então conhecido menino prodígio são uma constante.












Piano: Katerina L'dokova e Violeta L'dokova
Maestrina Cristoforia: Teresa Gentil
Criação: Descalças cooperativa cultural
Produção: Teatro Micaelense
Apoio: Foto e Vídeo (Franco & Arruda)


Domingos, público em geral > 6 anos 16h00 1 mar, 3 maio, 7 junho, 20 set, 25 out, 22 nov Seg. a Sex - grupos (por marcação com Serviço Educativo)

quinta-feira, maio 28, 2009

Yoga do Riso

foto: Gerald Schilling

Parceria: A Escola do Riso / Descalças - cooperativa cultural
Workshops com Catarina Marques
1 JUNHO, 17h30
Dia Mundial da Criança
crianças até aos 12 anos
CASA DESCALÇA
Rua Machado dos Santos, 49
Ponta Delgada

7 JUNHO, 18h00
público em geral
JARDIM ANTÓNIO BORGES
Ponta Delgada
apoio: Rotas da Ilha Verde

+ informações http://www.escoladoriso.com http://descalcas.blogspot.com catarinamarques.rir@gmail.com
descalcas@gmail.com
marcações (sessão crianças) tel: 916448665

domingo, maio 24, 2009

A menina azul em Rabo de Peixe














2 Junho
10h
Escola D. Paulo José Tavares (Rabo de Peixe)
(lotação limitada)

Inserido na I Festival de Teatro Infantil promovido pela Câmara Municipal da Ribeira Grande, as Descalças contribuem solidariamente com a sua arte.
A oferta do espectáculo "A Menina Azul" destina-se a crianças da escola D. Paulo José Tavares, em Rabo de Peixe.

Contamos uma história com a ajuda das crianças do público e pedimos-lhes que sejam elas a deslindar os fios das lendas. Jogar e Ser, com teatro, música e muitas palavras, são ingredientes para uma outra forma diferente de ser criança. Nós comemoramos assim este Dia Mundial da Criança (1.Junho).

A MENINA AZUL - Prémio LabJovem (Teatro) 2007
Texto: Maria Simões
Música: Teresa Gentil
Interpretação: Maria Simões, Teresa Gentil e crianças do público
Criação: Descalças cooperativa cultural
Apoio à criação: Câmara Municipal da Povoação

O texto e a música deste espectáculo encontram-se editados em Livro com CD.

Sopa de Letras - na Lagoa

29 de Maio
Cine-Teatro Lagoense
21h
inserido na I Feira Pedagógica
org. EM - Empresa Municipal (Lagoa) e CATL (Biblioteca Municipal de Lagoa)



sábado, maio 02, 2009

Ciclo Piano Compositor@s

uma @ de homens e mulheres na composição musical
Debussy
Domingo, 3 Mai 16h00
Teatro Micaelense (salão nobre) > 6 anos

Dando continuidade ao ciclo "Piano com Todos", pelas Descalças, em 2008, neste novo ano de 2009 iremos criar um outro Ciclo de concertos de divulgação da música clássica para crianças e todo o público. Desta vez, iremos conhecer um pouco da história da música, saboreando a vida e obra de compositores como Ravel, Debussy, Beethoven, Mozart, Bach, entre outros e outras mais ou menos ilustres... Tudo, sob os lustres do salão nobre do Teatro Micaelense. Para fomentar o gosto e apurar o sentido crítico. Abrir o apetite para conhecer a obra de compositores célebres e compositoras quase desconhecidas. Despertar os ouvidos para outros sons e outros cheiros; fresquíssimos! Aprender a rir com a música…clássica. Passar a gostá-la. Ou a degustá-la.
Música é uma arte livre, comparável aos elementos… é o vento, o mar e o céu.
(Debussy)





Piano - Katerina L'Dokova e Violeta L'Dokova
Maestrina Cristoforia - Teresa Gentil
Aquiles - Maria Simões
Técnica - Rui Viveiros
Produção - Descalças cooperativa cultural

Apoio - Foto e Vídeo (Franco & Arruda)
Agradecimento - Manuela Ribas e Mário Roberto

Domingos, público em geral > 6 anos 16h00 1 mar, 3 maio, 7 junho, 20 set, 25 out, 22 nov
Seg. a Sex - grupos (por marcação com Serviço Educativo)

sábado, abril 25, 2009

25.abr.09

"A liberdade é vivermos aqui e em todo o mundo, na pele e na alma, descalças, um outro olhar." (mariasimoes)



domingo, abril 19, 2009

25 de Abril - Gent'ilesa em Tondela e na Póvoa do Varzim

Gent'ilesa de Teresa Gentil
Concerto
Sexta, 24 Abr'09 - Póvoa do Varzim

Sábado, 25 Abr’09 às 23:30
Bar Novo Ciclo ACERT
Teresa Gentil piano, guitarra e voz
Rui Silva percussão
Manuel Maio violino
Miguel Cardoso baixo e contrabaixo

Política e Poética, Gentil e Local…

Encontre mais adjectivos para esta artista, naquele que será um concerto memorável.
Na comemoração do 25 de Abril, trazemos uma compositora e cantora de Tondela, que em 2007 recebeu Prémio Zeca Afonso no Festival Cantar Abril (CM Almada).

Treze temas compõem o novo CD de Teresa Gentil, sintomaticamente chamado... “Gent’ilesa”. Lançado em Outubro de 2008, este trabalho inovador é rasgado por laivos de samba e bossa nova, traz ecos de swing e tango, transforma a palavra em ritmo e transpira um groove que convida à dança. Segundo CD da cantora, conta com letras originais e com textos de Natália Correia, Eugénio de Andrade, Daniel Filipe e Maria Simões. Foi ainda distinguido com o segundo lugar no último Concurso SPA/CAAM2007.
(in http://www.acert.pt )


“… é também um disco inovador em termos de inventividade rítmica, plenamente demonstrada em sucessivos e inteligentemente entrosados balanços que nascem, claramente, de muito estudo/trabalho e talento aos molhos (…). ‘Gent'ilesa’ vai… longe e directo aos ouvidos do coração”! António Melo Sousa – realizador RDP Antena 1 Açores
www.myspace.com/teresagentil

Oficina de Teatro Criaças - FOTOS


mais fotos de Fernando Resendes em:

quarta-feira, abril 15, 2009

APAIXONAD@S

APAIXONAD@S a partir do livro de Rebecca Dautremer
Apresentação final da Oficina de teatro para crianças que está a decorrer no Teatro Micaelense, desde 13 de Abril, conduzida e orientada por nós Descalças.

6ª feira
17 de Abril
18h00
Teatro Micaelense - Sala Lagoa do Congro
marcações e reservas pelo telefone: 296 308350
entrada livre

Apaixonad@s
exercício final da Oficina de Teatro para Crianças
Oficina Teatro
Ao longo de uma semana, 20 crianças brincaram ao teatro no Teatro. Contaram histórias, inventaram personagens, magicaram fantasias, espectáculos e cenas. Enfim, boa disposição e criatividade qb, que permitiram adoçar os dias de férias,que, afinal, mais do que para descansar e comer amêndoas serviram para criar este Apaixonad@s.
Sinopse
O que significa amar, quando se é criança? Apaixonad@s conta a história de Ernesto e Salomé. Ele costuma aborrecê-la, puxar-lhe o cabelo, arrancar-lhe os óculos, tirar-lhe a mochila. A Salomé queixa-se. A mãe lança a dúvida: “Se calhar o Ernesto está apaixonado por ti!”. A partir daqui começa uma reflexão sobre o que é estar apaixonado, com todas as crianças a contribuirem para a discussão. No final, as dúvidas continuam muitas, mas as certezas também crescem.
Ficha técnica
Apaixonad@s - a partir de 'Apaixonados' de Rebecca Dautremer
direcção e adaptação Maria Simões
assistência de direcção Laurinda Sousa, Valéria Guimarães
música Teresa Gentil
interpretação Gonçalo Bento, João Neves, Ema da Ponte, Júlia Viveiros, Mariana Viveiros, Filipa Sousa, Isabel Sousa, Inês Lalanda, Catarina Neves, Alice Vieira, João Amaral, Rodrigo Rebelo, Maria Correia, Madalena Lopes,Margarida Pereira, Maria Pereira, Fernão Costa, Laura Roque, Fausto Ramos, Mafalda Ramos

sábado, abril 04, 2009

Oficina de Teatro Crianças

Não esquecer inscrever as crianças!
contacto:
Bilheteira do Teatro Micaelense
Paulo Costa 296 308 350 paulo.costa@teatromicaelense.pt

OFICINA TEATRO para CRIANÇAS
13 a 17 de Abril

quarta-feira, abril 01, 2009

Beba café com... Zeca Medeiros

Hoje, pelas 21h30, vamos estar descalças no Teatro Ribeiragrandense
à conversa com... Zeca Medeiros!
Contamos com a vossa presença... pela cultura!
e não, não é mentira! Vamos mesmo estar lá!


------

Olá a tod@s No âmbito da Feira do Livro, no dia 1 de Abril, ás 21.30h, o Zeca Medeiros fala sobre A Cultura nos Açores…o que é, o que poderá vir a ser!. O momento de conversa, informal, terá a participação das "Descalças" e acontece no Teatro Ribeiragrandense.
Feira do Livro
Considerada desde sempre como uma importante área a explorar, a leitura é um pilar básico na estrutura global da aprendizagem. Sendo um dos melhores instrumentos de comunicação de que dispomos, a leitura e a escrita facilitam o caminho de relação com o mundo, devendo motivar-se a sua aprendizagem de modo a permitir que todos desfrutem e se recriem no seu uso. Através da leitura é possível comunicar, representar e regular comportamentos.A Feira do Livro, organizada pela Universidade Aberta e pela Câmara Municipal da Ribeira Grande, constitui uma estratégia de aproximação ao livro pela população da Ribeira Grande. Contribui para criar hábitos de leitura, para que todos possam alcançar melhores níveis de literacia e que se sintam plenamente aptos a lidar com a palavra escrita, em qualquer circunstância da vida.Exige-se, por isso, tendo em atenção, nomeadamente, os interesses da população abrangida e as suas motivações, de modo a suscitar um diálogo íntimo com os livros, induzam ao prazer de ler e aprofundem, simultaneamente, a leitura, facilitando o acesso à compreensão e à apreciação crítica do que é lido.Ao mesmo tempo a Feira deve ter um efeito aglutinador, criando sinergias, permitindo a realização, em paralelo, de outros eventos de cariz cultural.Procura-se atrair diferentes tipos de protagonistas como artistas, formadores, professores, escritores, jornalistas, actores, animadores de leitura e contadores de histórias. As acções poderão assumir diversas formas, em diferentes áreas de expressão artística: homenagem a artistas locais, acções de formação, ateliers, espectáculos, cursos breves de literatura, comunidades de leitores, exposições, sessões de autógrafos, concursos, entre outras.Se souber de alguém interessad@, aqui fica o convite.

domingo, março 29, 2009

OFICINA DE TEATRO PARA CRIANÇAS

Férias da Páscoa 13 a 17 Abril
horário 10-12h e 14h-16h
duração 20h
destinatári@s crianças dos 6 aos 12 anos
inscrição 40 euros
+ informações bilheteira do Teatro Micaelense





foto: Pedro 'o Bué' Cerqueira
do espectáculo: O jardim das pessoas futuras
design gráfico: Teatro Micaelense

Ao longo de uma semana, vamos brincar ao teatro no Teatro. Contar histórias, inventar personagens, magicar fantasias, espectáculos e cenas. Enfim, uma boa dose de boa disposição e criatividade q.b para adoçar os dias de férias que, afinal, mais do que para descansar e comer amêndoas, também se podem usar para ser, transformar‑se, vestir... a doce arte teatral.

Ciclo Piano Compositor@s - Ravel - FOTOS


+ Fotos de Fernando Resendes em:

sexta-feira, março 27, 2009

adiamento

Por motivos imprevistos, o espectáculo "Sopa de Letras" agendado para amanhã, dia 28 de Março, inserido na Comemoração do Dia Mundial do Teatro (27 de Março) no Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, terá que ser adiado para data a anunciar.
Pelo facto, pedimos as nossas desculpas a toda a comunidade reclusa e não reclusa do Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada.

terça-feira, março 24, 2009

Dia Mundial do Teatro no EPPD

SOPA DE LETRAS
Recital de Poesia Contemporânea
28.Mar.09
Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada
Comemorando o Dia Mundial do Teatro (27 de Março), as Descalças vão apresentar no Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada o espectáculo Sopa de Letras - recital de poesia contemporânea.
O espectáculo decorre no próximo sábado, dia 28 de Março e insere-se no programa "TABIQUES" - projecto de animação e formação cultural que as Descalças estão a desenvolver no Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada no corrente ano.
SOPA DE LETRAS
As miúdas não gostam de poesia. Mas o que lhes sai da boca são poemas. Comem palavras e livros como quem devora sopa de cerejas.
Depois, crescem. Tornam-se raparigas e depois mulheres. Os seus ossos parecem feitos de promessas.
Envelhecem ao som da vida das palavras. Com a poesia. Somam mais um autor e uma autora. Um poema e aquela poesia. Continuam a comer as palavras. Sempre com a língua portuguesa a bailar entre dentes e sobre sorrisos. Às vezes tristes. Às vezes cheios de ser velhas.
Direcção Maria Simões Música Teresa Gentil Interpretação Judite Fernandes, Maria Simões e Teresa Gentil
Textos e Poemas Bertolt Brecht, João Pedro Messeder, Patricia Joyce, Pedro Silveira rec. por Maria Rosa Colaço, trad. Recolhido por Adolfo Coelho, Fernando Pessoa, Ary dos Santos, José Craveirinha, Ruben Braga, António Botto, Maria Cândida Mendonça, Rui Knopfli, Eugénio de Andrade, Arlete A. Guerreiro, Jorge de Sena, Fernando Sylvan, Laura Roque, entre outr@s.

domingo, março 22, 2009

Formação na Graciosa

Na continuidade da formação teatral que as Descalças desenvolveram no ano passado com o Grupo de Teatro 'A Semente' da Associação Cultural, Desportiva e Recreaiva da Graciosa, vamos uma vez mais colaborar com este grupo, desta vez proporcionando não só formação teatral aos seus elementos mas também apoio à encenação da peça que o grupo estreará em breve.
A formação decorre nos dias 24, 25 e 26 de Março na ilha da Graciosa sob a orientação da formadora descalça Maria Simões.

segunda-feira, março 16, 2009

Concerto Gent'ilesa no Pico

cartaz: Alice's House
No Pico, na Festa da Poesia, uma Gent'ilesa Descalça diferente da habitual.
Com mais destaque para a poesia também dita e não só cantada. Porque é Dia Mundial da Poesia, porque a nossa música canta diferentes poetas e porque, afinal, "a poesia é para comer" *
Poemas e Canções com letras de: Natália Correia, Eduardo Galeano, Judite Fernandes, Eugénio de Andrade, Maria Simões, Teresa Gentil, entre outr@s.
Teresa Gentil piano, guitarra e voz
Maria Simões flauta e voz (dita palavra)
*Natália Correia

quinta-feira, março 12, 2009

Descalças no Pico

16 a 21 de Março '09
Centro de Artes e Ciências do Mar
antiga fábrica da baleia SIBIL

Lajes do Pico
Assinalamos o Dia Mundial da Poesia (21 de Março) com uma Semana de Festa. Uma Semana cheia com palavras de poetas. Uma Festa de poesia. Nesta Festa da Poesia temos todos os dias à sua disposição uma actividade diferente. Propomos-lhe, pois, que faça desta semana uma semana especial na sua vida! (Organização Culturpico EM)

programa Descalças cooperativa cultural
na FESTA DA POESIA no Centro de Artes e Ciências do Mar Lajes do Pico

Café com Poesia
17 a 21 de Março, 18h30
com Maria Simões e Judite Fernandes

Oficinas de Escrita Criativa
17 a 20 de Março público escolar, por marcação
Formadoras Maria Simões e Judite Fernandes

Sopa de Letras
Recital de poesia contemporânea
20 de Março, 18h30
interpretação Maria Simões, Judite Fernandes e Teresa Gentil

Gent'ilesa – Teresa Gentil concerto recital
A nova trova de uma mulher de palavra (Antonio Melo Sousa)
21 de Março, 22h
concerto inserido no programa “Semear Gent'ilesa” de Descalças cooperativa cultural, com o apoio Direcção Regional da Cultura e RTP Açores
Teresa Gentil piano, voz e guitarra Maria Simões voz e flauta transversal

+ informação
http://descalcas.blogspot.com
http://www.municipio-lajes-do-pico.pt

quinta-feira, março 05, 2009

quarta-feira, março 04, 2009

Expo Pintura Luís Roque

CONVITE
Descalças - Cooperativa Cultural têm o prazer de convidar-vos para a abertura da exposição de Luís Roque, Sem título 1998-2008, a ter lugar na Galeria Arco 8 no dia 7 de Março, pelas 22h.
A inauguração da exposição contará com o concerto Gent'ilesa, integrado no projecto Semear Gent'ilesa, que marca a digressão do último disco da compositora Teresa Gentil.


Parceria: Galeria e Bar ARCO 8
Apoio: Anima, RTPAçores, Rádio Nova Cidade
Agradecimentos: Conservatório Regional de Ponta Delgada, Gianna de Toni, Catarina Ferreira, equipa de montagem descalça e a todas as pessoas que colaboram na produção desta exposição.
O projecto 'Semear Gent'ilesa' é uma iniciativa de Descalças cooperativa cultural e tem o apoio da Presidência do Governo dos Açores - Direcção Regional da Cultura e da RTP Açores.

Descalças no IV Encontro Regional de Teatro Escolar

A convite da Escola Secundária de Lagoa, a descalça Maria Simões está a participar no IV Encontro Regional de Grupos de Teatro Escolar, tendo-lhe sido pedida a análise (mais ou menos) crítica dos espectáculos apresentados, ao longo dos 3 dias. O Encontro teve início hoje (4 Março) e prolonga-se até ao próximo dia 6 de Março, com a participação de grupos de 6 ilhas do arquipélago num total de mais de 20 espectáculos. Ao que parece, o Teatro escolar está em forma, na região! Parabéns à escola organizadora, e ficamos gratas pelo convite!

sábado, fevereiro 28, 2009

Semear Gent'ilesa em S. Miguel

concerto Gent'ilesa - Teresa Gentil
por falar em... Dia Internacional da Mulher

Sábado, 7 Março
22h30
concerto de abertura da exposição de pintura de Luís Roque
sem título 1998-2008
Galeria Bar Arco 8 Ponta Delgada
Apoio: DRaC, RTPAçores, Arco 8, Anima

Domingo, 8 Março
21h30
Teatro Ribeiragrandense Ribeira Grande
Org. Câmara Municipal da Ribeira Grande

Teresa Gentil - piano, guitarra e voz
Maria Simões - voz (dita palavra) e flauta
Miguel Cardoso - baixo eléctrico e contrabaixo
Rui Silva - percussão
Manuel Maio - violino


O projecto "Semear Gent'ilesa" tem o apoio da Direcção Regional da Cultura e da RTP Açores

video

Vídeo: André Laranjinha (Alice's House) Voz: Maria Simões Música: Teresa Gentil Pintura: Luís Roque

sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Piano Compositor@s

uma arroba de homens e mulheres na composição musical
Domingo, 1 Mar
16h00
Teatro Micaelense (salão nobre)
> 6 anos



design gráfico Teatro Micaelense


Uma @ de homens e mulheres na composição musical
Dando continuidade ao ciclo "Piano com Todos", pelas Descalças, em 2008, neste novo ano de 2009 iremos criar um outro Ciclo de concertos de divulgação da música clássica para crianças e todo o público. Desta vez, iremos conhecer um pouco da história da música, saboreando a vida e obra de compositores como Ravel, Debussy, Beethoven, Mozart, Bach, entre outros e outras mais ou menos ilustres... Tudo, sob os lustres do salão nobre do Teatro Micaelense.
Para fomentar o gosto e apurar o sentido crítico. Abrir o apetite para conhecer a obra de compositores célebres e compositoras quase desconhecidas. Despertar os ouvidos para outros sons e outros cheiros; fresquíssimos! Aprender a rir com a música…clássica. Passar a gostá-la. Ou a degustá-la.
Maurice Ravel nasceu a 7 de Março de 1875. Mas não era um mero peixe. Foi um compositor! Neste concerto, faremos uma curta viagem à volta da sua obra e escutaremos como xícaras dançantes esvoaçam os céus. Dançamos, semeamos migalhas de pão para não nos perdermos, ouvimos a Bela e o Monstro, cheiramos um pagode chinês, passeamos por um jardim Mágico e boleramos como gente louca!
Neste nosso encontro ultra-secreto, no escurinho de um salão muy nobre, talvez o próprio compositor se entusiasme a mostrar-se ou pode ser que, com inspiração mágica e a ajuda de uma máquina do Tempo, a sua irmã gémea (Ravel tinha uma irmã gémea?!!!) Maria Ravela apareça para ravelar segredos até aqui aussi bien guardés.


Interpretação Katerina L'Dokova e Violeta L'Dokova, Teresa Gentil e Maria Simões
Produção Descalças cooperativa cultural~

Apoio Foto e Vídeo (Franco & Arruda)
Domingos, público em geral > 6 anos 16h00 1 mar, 3 maio, 7 junho, 20 set, 25 out, 22 nov
Seg. a Sex - grupos (por marcação com Serviço Educativo)

segunda-feira, fevereiro 23, 2009

uma CASA muito DESCALÇA

foto Pedro 'o Bué' Cerqueira
Pois é, mais um sonho a tornar-se realidade!
As Descalças têm uma casa nova no centro de Ponta Delgada, uma casa que esperam abrir brevemente ao público.
Mas a CASA está vazia e as Descalças gostariam que o povoamento e humanização passasse também por vocês, para além de que defendemos a reutilização criativa, principalmente de trastes que existam nas vossas casas, nas garagens, nas lixeiras, nas memórias. É por isso que aqui colocamos este pedido e esta informação, aguardando a vossa pegada na nossa/vossa nova CASA DESCALÇA!
Precisamos de tudo: de cadeiras, mesas, armários, estantes e prateleiras, espelhos, arcas ou baús para guardar tesouros, malas de viagem, pequenas relíquias de família, objectos com histórias para contar, livros, cds, dvds, jogos pedagógicos, sapatos, chapéus, adereços e figurinos para teatro, um piano vertical e outros instrumentos musicais, canecas de chá, de café, castiçais, velas, quadros, fotografias bonitas, um telefone sem fios, uma impressora, almofadas ou puffs (mesmo vazios), latas de tinta, pincéis, um rádio ou aparelhagem com leitor de cd's, colunas de som, um leitor de dvd, um frigobar, um projector de vídeo, restos de tecidos, tábuas de madeira, janelas ou portas velhas, um ecoponto, baldes de lixo, molduras, tapetes coloridos.. enfim, de tudo mesmo!

As coisas de que já não necessitas, podem ser relíquias para nós! E, ainda, não têm que ser oferecidas ou doadas. Podem simplesmente ser emprestadas. Vai ficar tudo registado no livrinho... com a tua e a nossa assinatura!

Contamos com a tua pegada!

sexta-feira, fevereiro 20, 2009

Piano compositor@s

ler a notícia completa, no Expresso das Nove de 6.Fev.09
http://www.expressodasnove.pt/interiores.php?id=3325

sábado, fevereiro 14, 2009

Descalças firmam pegada nos Açores

Descalças cooperativa cultural
Balanço 2008

Como há um ano atrás, mais um texto para quem gosta de ler...

Na cultura, nem todos os números baixam! Os de público, de actividades e novas criações descalças... estão sempre a aumentar
"O caminho faz-se caminhando.
O nosso, Descalças – cooperativa cultural, faz-se palmilhando, com passos firmes, decididos e seguros rumo ao objectivo que desde o início traçámos: intervenção social e solidária e cooperação para o desenvolvimento através da cultura e da Arte.
"
Apenas quando cada ano chega ao fim, tomamos de facto os números nas mãos e ficamos um pouco mais felizes por sentir que valeu a pena. Se bem que os números não espelham a memória que guardamos de cada dia que vivemos, de cada pessoa que tocamos e que se deixa tocar, de cada vez que somos surpreendidas com a adesão, a crítica ou a alegria de mais uma pessoa espectadora, eles indicam pelo menos que o projecto tem crescido e que os objectivos que nos propomos são alcançados, ainda que exijam um esforço criativo cada vez maior de fazer face à falta de apoios à criação artística que temos sentido, bem como a uma certa incompreensão da dimensão social e cultural que gostaríamos de ocupar nesta região.
Em resumo, em 2008, Descalças apresentaram 50 actividades, sendo 19 criações deste mesmo ano. Resultaram 186 apresentações nas quais participaram 5021 pessoas (2530 crianças e jovens e 2623 pessoas adultas). Realizaram 49 espectáculos, 14 animações, 80 sessões de 6 oficinas de formação, participaram enquanto formandas em 12 formações, estabeleceram 2 co-produções, 6 parcerias e editaram 1 CD.
Para além das apresentações em São Miguel, onde a cooperativa está sediada, contam-se também apresentações efectuadas no Pico, Terceira, Graciosa e ainda em Lisboa, Porto e Coimbra.
Assim, os objectivos traçados para o ano transacto, criar espectáculos e oficinas de formação para um público cada vez mais vasto territorialmente, foram plenamente atingidos. De realçar também o facto de termos conseguido aumentar significativamente o número de público adulto tornando mais clara essa missão da cooperativa, que decorre paralela com a missão de trabalharmos para e com pessoas de todas as idades.
O ano de 2008 permitiu às Descalças consolidar o caminho trilhado e reconfirmado pelo estabelecimento de 6 parcerias e 2 co-produções, uma com o Teatro Micaelense e que deu origem à peça M. A Sede dos Outros e outra com a Pontilha – Associação Cultural que resultou na apresentação de O Jardim das Pessoas Futuras e na continuidade da Escola de Teatro “Era um Vez”, projecto no qual investimos enquanto cidadãs, formadoras e artistas, estabelecendo uma relação pedagógica com um grupo de crianças que criou um espectáculo, diríamos, ousado e original sobre os Direitos Humanos e os Prémios Nóbeis da Paz. A edição do CD Gent’ilesa, da descalça Teresa Gentil, vencedora do prémio Zeca Afonso (CMAlmada 2007), constituiu também um dos pontos altos da actividade desta cooperativa cultural no ano que terminou. De salientar ainda o Prémio LabJovem – Jovens Criadores (Açores) para a peça de teatro A Menina Azul e o êxito obtido com o ciclo de concertos Piano com Todos, no Teatro Micaelense, que levará à edição de um livro com CD, bem como à criação de um novo ciclo de concertos em 2009. Para além destas actividades, desenvolvemos parcerias com a Associação Cultural Corredor, com a Associação Artepalco, com a MEA – Mulheres Empresárias dos Açores, com a UMAR, etc. Outras parcerias, entretanto, foram surgindo pelo caminho e começaram a equilibrar-se para caminhar ao longo deste novo ano. É o caso da parceria com o Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, com a Associação Açoriana de Educação pela Arte, com o Colégio de S. Francisco Xavier, entre outras.
Em suma, 2008 caracterizou-e não só pelo aumento de produção como também pelo aumento de público adulto, assim como o incremento da qualidade que exigimos ao nosso próprio trabalho e às novas criações, factor visível, não só pela forma como foram desenvolvidas, como pelas reacções do público e da crítica.
Este ano, foi para nós um ano em que desenvolvemos muito a nossa capacidade criativa de resistir com arte às dificuldades e aos obstáculos próprios de quem teima em fazer chegar a sua voz a um cada vez maior número de pessoas, enquanto espera sempre evoluir e crescer artisticamente.

2009
apenas um esboço de tudo o que esperamos desenvolver em apenas 365 dias... (ou serão mais?)

"A arte povoa-nos como um osso. Pergunta-nos demasiadas coisas. Faz-nos bem. Inquieta-nos. É por isso, e por outras coisas sem palavras, que cá estamos. Descalças, com a cabeça dos pés directamente sobre a terra, falando com as outras pessoas. Nos Açores escutando o mundo."
Em termos de projectos para 2009, e porque entendemos que a continuidade dos bons resultados se pautará pela continuidade da propagação da nossa Arte, Descalças – cooperativa cultural apostará nas seguintes vertentes fundamentais:
- Digressão dos espectáculos, edições e oficinas de formação já criados, onde assume especial relevo o projecto “Semear Gent'ilesa” que visa a concretização da digressão do concerto Gent'ilesa ao máximo possível de ilhas da Região, ao continente português e estrangeiro.
- Novas criações : Espectáculo Gojto de ti; Ciclo Piano Compositor@s e Edição do livro com Cd Piano com Todos – com Teatro Micaelense.
- Outro grande objectivo da Descalças cooperativa cultural para o corrente ano é conseguir um espaço próprio para o estabelecimento de sede / escritório que sirva também para a realização das nossas actividades. Sonhamos assim com a possibilidade de um espaço para criação e ensaios que nos permita também o estabelecimento de novas parcerias, espaço este que desejamos possa ser uma porta aberta à criação artistica e à programação cultural em São Miguel.
- A formação contínua das Descalças é outro dos pilares fundamentais da nossa actuação. Se em 2008 participamos em 12 acções de formação, num total de 233 horas, para 2009 esperamos obter formação cada vez mais específica nas nossas áreas de eleição por forma a que continuemos sempre a evoluir, nomeadamente ao nível da formação superior em Criatividade.
- Por último, e enquanto vamos caminhando sempre para a frente, importa-nos em 2009 conseguir uma maior consolidação da estrutura profissional que vimos mantendo, criando melhores condições laborais para as pessoas que connosco se têm envolvido, de maneira que o futuro da cooperativa esteja assegurado e seja promissoramente sorridente.

Totais descalços de 3 anos nos Açores
Iniciado em Tondela no ano de 2004, o projecto Descalças chegou aos Açores em Janeiro de 2006 e, desde então, para cá temos desenvolvido intensa actividade, actuando no âmbito da criação e edição de obras artísticas, produção, divulgação e formação, principalmente nas áreas da música, teatro e literatura.
Os números relativos às actividades desenvolvidas por esta cooperativa cultural nos últimos 3 anos espelham bem o intenso trabalho que tem sido desenvolvido. As actividades e criações originais ascendem a uma centena, traduzidas num total de 415 apresentações, das quais 110 correspondem a espectáculos, 93 a animações e 174 a oficinas de formação. As pessoas abrangidas pelas actividades por nós levadas a cabo contabilizam-se em 14 624, entre as quais 10 257 crianças e 4 367 pessoas adultas. A tudo isto acresce ainda, entre outras, a edição de dois Cd’s e de um livro com Cd.

1. Judite Fernandes, Maria Simões, Fátima Ramos e Teresa Gentil - foto Pedro 'o Bué' Cerqueira
2. Sara Seabra - foto Pedro 'o Bué' Cerqueira